3 marcas registradas de uma amizade saudável e crescente

July 20, 2018

 

  • Quando foi a última vez que você se sentiu decepcionado por um bom amigo?

  • Quando foi a última vez que você se sentiu incompreendido ou totalmente desconhecido?

  • Quando foi a última vez que você lutou para resolver um conflito e simplesmente concordou em discordar?

  • Quando foi a última vez que você se sentiu traído ou até mesmo usado?

  • Quando foi a última vez que você questionou se essa amizade valeria mais a pena?

Oportunidade é que você pode responder a qualquer uma das perguntas acima com "Última semana" ou "Ontem" ou talvez até "Uma hora atrás!"

 

A REALIDADE DA AMIZADE

 

Independentemente de quanto tempo você tem sido amigo, e não importa o quanto você tenha passado juntos, suas amizades nunca podem escapar totalmente do desapontamento causado pelo poder do egocentrismo e pelos efeitos prejudiciais do pecado.

 

Vou ser sincera: essa realidade às vezes me faz querer encontrar uma ilha para morar sozinha, livre do risco e da dor das amizades!

 

Deus, porém, planejou que vivêssemos em comunidade (Gênesis 2:18), e seu mandamento e oração é que busquemos a amizade e nos unamos uns aos outros (ver Efésios 4 e João 17: 20-26).

 

Viver em isolamento não apenas rejeita a propriedade de Deus sobre nossas vidas, mas também nega nossa necessidade humana fundamental. Portanto, devemos continuar a buscar a amizade com os outros, mas não a contragosto ou com medo. Em vez disso, buscamos a amizade com alegria porque existe uma ajuda prática oferecida a nós nas Escrituras, a graça divina disponível para nossas lutas específicas e belas bênçãos para experimentar quando a amizade bíblica é realizada!

 

TRÊS MARCAS REGISTRADAS

 

Há muitas passagens na Bíblia que oferecem ajuda prática com amizade, mas uma das minhas favoritas é Efésios 4: 1-7.

 

Eu, portanto, prisioneiro do Senhor, exorto-vos a andar de maneira digna do chamado a que fostes chamados,  2  com toda a humildade e bondade, com paciência, suportando uns aos outros em amor,  3 desejosos de manter a unidade. do Espírito no vínculo da paz. 4  Há um só corpo e um só Espírito - assim como fostes chamados para a única esperança que te pertence -  5 5 um só Senhor, uma só fé, um só batismo,  6  um só Deus e Pai de todos, que é sobre todos e por todos. e em todos. 7  Mas a graça foi dada a cada um de nós de acordo com a medida do dom de Cristo. (ESV)

 

Nesta passagem, encontramos três marcas registradas de uma amizade saudável e crescente:

 

1. Trabalhando Duro

 

O ESV usa a palavra “ansioso”, e eu também gosto de como a NIV começa o versículo 3: “Faça todo esforço…”

O apóstolo Paulo nos diz que as amizades não são algo que devemos dar como certo. Eles são presentes que devem ser gerenciados com muito cuidado.

 

Ao mesmo tempo, Paul não é ingênuo sobre o trabalho duro que as relações exigem. Ele sabe que relacionamentos, mesmo entre pessoas que têm o Espírito, não serão fáceis. (Lembre-se, enquanto o poder do pecado foi quebrado, a presença do pecado ainda permanece no corpo de Cristo.)

 

Considerando ambos os fatos, devemos estar ansiosos para trabalhar duro para desenvolver e aumentar nossas amizades. Estou profundamente convencido de que a razão número um pela qual as amizades falham é a negligência. Claro, nós podemos experimentar um grande momento de traição ou mágoa, mas na maioria das vezes, as amizades se desgastam devido ao gotejamento do pecado e nem a pessoa toma o tempo para consertar e curar o vazamento.

 

Você está ansiosamente trabalhando duro para desenvolver sua amizade? Ou você está esperando que ela cresça sozinha?

 

Saia do seu caminho para enviar um e-mail ou texto encorajador. Ligue para o seu amigo no seu intervalo de almoço em vez de navegar no Facebook. Acorde cedo, fique acordado até tarde ou deixe de lado o seu hobby por uma hora, para ter mais tempo em um dia para se dedicar a uma amizade.

 

Eu tenho medo que muitos de nós são simplesmente preguiçosos e egoístas para investir o tempo em relacionamentos importantes que Deus colocou em nossas vidas.

 

2. Removendo as expectativas

 

Por causa da natureza do pecado, cada um de nós entra em uma amizade com uma agenda egocêntrica. “O que essa pessoa pode fazer por mim?” É a questão padrão do coração humano. Mas, pela graça de Deus, podemos remover essas expectativas egoístas e perguntar: "Como posso ser usado por Deus para amar esse amigo?"

 

Efésios 4: 2 lista quatro qualidades de caráter que devem definir nossas vidas - humildade, gentileza, paciência e tolerância. Cada um deles criará um clima de graça que transforma nossas amizades.

 

Normalmente, os relacionamentos são regidos por uma estrutura de lei, ofensa e punição. Eu tenho um conjunto de regras que você deve obedecer, estou observando para ter certeza de que você segue essas regras, e se você não obedecer, eu me sinto justificado em aplicar alguma forma de punição. Esta é uma contradição flagrante do evangelho, e impede que a glória e o valor da graça de Deus se mostrem.

 

Onde você está esperando ser servido pelo seu amigo? Como você “pune” seu amigo quando ele não atende às suas expectativas?

 

Não admira que seja difícil ser nosso amigo! Mas se nós, pela graça, começarmos a remover as expectativas egoístas que tivemos no início de nossa amizade, seremos libertos para amar e servir com humildade, gentileza e paciência, mesmo se estivermos sendo provocados (tolerância).

 

3. Celebrando a Diversidade

 

A Bíblia celebra e defende a diversidade entre o corpo de Cristo (ver Apocalipse 7: 9). Devemos buscar unidade, mas não uniformidade. Isso significa que você deve ter amigos cristãos que não compartilham sua cor de pele, status econômico e preferências culturais.

 

No contexto desta passagem de Efésios 4, no entanto, Paulo está escrevendo mais sobre nossas diferenças espirituais. Temos dons variados, servimos em uma variedade de capacidades e estamos em vários níveis de maturidade (vv. 3-7). Todas essas diferenças estão lá pela repartição soberana de Deus.

 

No entanto, com que frequência vemos a diversidade como um obstáculo? Quantas vezes você está frustrado e incomodado com os diferentes pontos fortes e fracos que seu amigo tem?

 

Porque entramos em amizade com agendas egoístas, queremos que nossos amigos se encaixem no nosso molde. E se adotássemos a agenda de Deus para a amizade? Isto é, celebramos o fato de que Deus escolhe nos cercar de pessoas que são diferentes de nós porque sabe que isso promoverá seu propósito.

 

Porque nossas amizades são baseadas na Trindade, não precisamos ser o mesmo. Existe um Deus, mas três pessoas. Deus usa nossa diversidade para realizar seu propósito - nosso crescimento na graça. A diversidade não é um obstáculo, mas um meio muito significativo para esse fim.

 

A VISÃO PARA A AMIZADE

 

Se eu tivesse que resumir Efésios 4, isso é o que eu diria: as maiores alegrias da amizade crescem no solo das lutas mais profundas.

 

Lutas não são obstáculos, mas instrumentos nas mãos de Deus. Toda luta é uma oportunidade para experimentar a graça de Deus e dá-la à outra pessoa.

 

Todos os dias em sua amizade, você está seguindo sua agenda egoísta ou a agenda de Deus. Aproveite a graça, siga a Deus e veja a forte amizade saudável que resulta!

 

Fonte: https://www.paultripp.com/articles/posts/three-trademarks-of-a-growing-healthy-friendship

 

Compartilhe
Please reload

Procurar por Tags
Please reload

Em Destaque
Please reload

Leitura Recomendada

Siga-nos:

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

Outros sites de Missões Nacionais

JUNTA DE MISSÕES NACIONAIS DA CBB
CNPJ: 33.574.617/0001-70
IE: 85.636.634
R. José Higino, 416 - Prédio 18 
Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20270-972
Cx Postal: 13363
CONTAS PARA DEPÓSITO:
Bradesco - AG 226-7 / CC 87500-7
Banco do Brasil - AG 093-0 / CC 20275-4
Santander - AG 4362 / CC 130001420; 
Caixa E.Federal - AG 1411-0 / CC 138-6 
Itaú - AG 0281 / CC 66341-9

© JUNTA DE MISSÕES NACIONAIS DA CONVENÇÃO BATISTA BRASILEIRA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS