Deus cuida das necessidades de nossos filhos

 

“Pois, se alguém não sabe governar sua própria família, como poderá cuidar da igreja de Deus?” I Tim. 3.5

 

Há uma frase que diz: “DEVEMOS CUIDAR DAS COISAS DE DEUS, PORQUE ELE CUIDARÁ DAS NOSSAS”. Em sete anos que estamos no campo missionário, posso dizer que esta frase procede.

 

Uma das maiores preocupações do casal missionário é quanto ao futuro dos filhos. Não foi, e nem está sendo diferente conosco, no entanto, ainda que não seja uma citação bíblica, resolvemos colocar em prática a frase supracitada. Nossa filha Naiara chegou no campo missionário com treze anos de idade. Hoje já tem vinte e um. Deixando para trás primos, tios, avós, colegas de escola, irmãs da igreja na sua faixa etária, mas como sempre fora obediente aos pais, nos acompanhou.

 

Dois anos mais tarde, fui pego de surpresa quando ela disse que não aguentava mais e que gostaria de retornar para o Rio de Janeiro. Sentamos com ela, explicamos e mostramos tudo o que Deus estava fazendo através de nós, mas que entendíamos que o chamado era nosso, e não dela. Fiz um acordo com ela. Sugeri que orássemos durante um tempo e que, se fosse para continuarmos no Rio Grande do Sul, Deus iria falar ao coração dela, mas se não acontecesse, nós voltaríamos para o Rio de Janeiro. Dissemos-lhe que ela era mais importante do que qualquer outra coisa na nossa vida. Transmitimos para ela segurança, como seus pais.

 

Começamos um programa de oração, focado nesta situação. Vinte dias depois, ela me procurou dizendo que não queria mais ir embora e que, se um dia decidíssemos ir embora ou fôssemos transferidos para outra localidade, iríamos sozinhos, porque dali ela não sairia mais. Deus a havia chamado para a obra missionária, confirmando em seu coração. Hoje é uma das principais líderes da igreja e ama o povo gaúcho.

 

Após esta situação, ela terminou o Ensino Médio e começou a se preparar para entrar em uma Universidade. Não conseguiu ser aprovada no Enem, então prestou vestibular para duas grandes universidades. Passou nas duas e escolheu a que ficava mais próxima de nossa residência. Levei-a para fazer a matrícula, mas me assustei com o valor das mensalidades – o equivalente aos salários meu e de minha esposa – junto com isto, um misto de tristeza, por não poder realizar o seu sonho e vê-la na faculdade. Foi quando a atendente nos orientou a inscrevê-la no menor número de cadeiras para que ela pudesse iniciar seus estudos. Aceitei a proposta e a inscrevi em apenas uma cadeira. Era o que dava no momento. Ao chegar em casa, fomos pesquisar sobre um programa de crédito estudantil - FIES. Porém, precisava estar inscrita em pelo menos duas cadeiras. Fizemos a inscrição pela internet, a faculdade nos deu todo o suporte e, para glória de Deus, não precisei pagar nem a primeira mensalidade. Um dia antes do vencimento do boleto da primeira mensalidade, saiu a autorização do financiamento em 100% do valor do curso.

 

Louvado seja Deus!

 

Em aproximadamente dois anos, teremos uma farmacêutica, formada, para a glória de Deus!

 

“DEVEMOS CUIDAR DAS COISAS DE DEUS, PORQUE ELE CUIDARÁ DAS NOSSAS”.

 

 

Pr. Walter, Nair e Naiara Azevedo

Compartilhe
Please reload

Procurar por Tags
Please reload

Em Destaque
Please reload

Leitura Recomendada

Siga-nos:

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

Outros sites de Missões Nacionais

JUNTA DE MISSÕES NACIONAIS DA CBB
CNPJ: 33.574.617/0001-70
IE: 85.636.634
R. José Higino, 416 - Prédio 18 
Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20270-972
Cx Postal: 13363
CONTAS PARA DEPÓSITO:
Bradesco - AG 226-7 / CC 87500-7
Banco do Brasil - AG 093-0 / CC 20275-4
Santander - AG 4362 / CC 130001420; 
Caixa E.Federal - AG 1411-0 / CC 138-6 
Itaú - AG 0281 / CC 66341-9

© JUNTA DE MISSÕES NACIONAIS DA CONVENÇÃO BATISTA BRASILEIRA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS