Excelência em tudo o que fizermos para a glória de Deus

December 26, 2016

 

“Entretanto, busquem com dedicação os melhores dons. Passo agora a mostrar a vocês um caminho ainda mais excelente. ” 1 Coríntios 12:31

 

O que é excelente para a glória de Deus? O que é excelência? É O que fazemos com amor?

 

Paulo apresenta um caminho mais excelente. Apresenta o que está acima para alcançar a excelência. Podemos ver alguns pontos em sua carta que nos ajudam a compreender esse padrão de Deus.

 

Olhando para a cidade de Corinto vemos que ela é importante. Recebia muitas pessoas de fora por ser caminho para muitas outras nações. Uma cidade cosmopolita. Mas, também era uma cidade de devassidão e cheia de coisas que não glorificavam a Deus. Paulo planta uma Igreja nesse lugar. A Igreja começa a caminhar por um caminho que não glorificava a Deus. Há divisão entre eles. Uns eram de Apolo e outros de Paulo: o partidarismo revelava talvez um povo que queria glória para si mesmo.

 

Se alguém se gloria, glorie-se no Senhor. Paulo diz que o trabalho do apostolado deve ser colocado em último lugar, a honra é de Cristo. É um trabalho em sofrimento para a glória de Deus.

 

Para sermos excelentes precisamos realizar um trabalho feito em unidade.

 

O cap. 5 Paulo fala de um comportamento tão impuro que até os de fora estavam se escandalizando. Imoralidade dentro da Igreja. A Igreja não pode deixar que isso seja feito sem qualquer ação por parte dos irmãos. Além de unidos, precisamos cuidar uns dos outros.

 

Para sermos excelentes é preciso tirar do meio as impurezas.

 

No cap. 6 havia um problema sério. Eles não conseguirem resolver os próprios problemas. Levavam as questões para os tribunais externos. É preciso resolver os problemas sabendo levar em si o dano se for preciso.

 

Havia também entre eles uma prática de prostituição. Afirmavam que não tinham problemas nas imoralidades porque era um envolvimento carnal e não espiritual. Estavam dividindo e fazendo parcerias com prostitutas. Os fins justificam os meios?

 

É necessário que os envolvimentos com os de fora sejam puros e não imorais.

 

No cap. 11. Paulo lidava com a ceia do Senhor. Esta era feita de forma que escandalizava. Havia uma confusão. Eram carnais na celebração.

 

Para sermos excelentes precisamos fazer as coisas com ordem e entendimento.

 

Paulo fala à Igreja como deveria ser o Culto. A Igreja também tinha uma desordem.

É preciso fazer as coisas com ordem e entendimento. Se alguém fala em outras línguas é preciso ter interpretação. E Paulo diz que a Igreja começou a introduzir doutrinas heréticas. Não mais ressurreição dos mortos.

 

Para sermos excelentes é preciso ter esclarecimento e clareza naquilo que se faz e crê.

 

Ao ler a carta podemos ver Paulo observando o comportamento da Igreja. No cap. 13 ele vê diferente a maneira de ser da igreja. Agora não somente fazer com zelo, mas precisa conhecer algo que é mais que excelente. Paulo fala do amor.

 

Para sermos excelentes precisamos fazer todas as coisas com amor.

 

Tirar o olhar do comportamento e olhar para dentro de si. Não é apenas fazer certo, mas olhar os valores das coisas que estamos fazendo. Se não houver o amor de fato, a motivação certa que vem do alto e de dentro para fora, não vai valer de nada.

 

Os resultados são importantes, mas as pessoas são mais importantes.

 

À medida que nos expomos à Palavra de DEUS, os comportamentos, os valores e as motivações devem refletir com excelência a glória de Deus.

 

 

Compartilhe
Please reload

Procurar por Tags
Please reload

Em Destaque
Please reload

Leitura Recomendada

Siga-nos:

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

Outros sites de Missões Nacionais

JUNTA DE MISSÕES NACIONAIS DA CBB
CNPJ: 33.574.617/0001-70
IE: 85.636.634
R. José Higino, 416 - Prédio 18 
Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20270-972
Cx Postal: 13363
CONTAS PARA DEPÓSITO:
Bradesco - AG 226-7 / CC 87500-7
Banco do Brasil - AG 093-0 / CC 20275-4
Santander - AG 4362 / CC 130001420; 
Caixa E.Federal - AG 1411-0 / CC 138-6 
Itaú - AG 0281 / CC 66341-9

© JUNTA DE MISSÕES NACIONAIS DA CONVENÇÃO BATISTA BRASILEIRA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS