Cuidado Integral do Líder

December 26, 2016

 

Liderar é algo dinâmico. Uma escolha que pode durar a vida toda. Um processo de aprendizado e um investimento. É estar disposto a enfrentar desafios. Ser um bom líder é respeitar e confiar em sua equipe. Ouvir e orientar. Ter empatia e estar motivado. Dar e receber feedback. Atingir metas e resultados. É ser inovador, flexível, estrategista e saber delegar. Concordamos com toda esta lista de atributos e conceitos, mas como é ou está a vida desta pessoa por traz deste desafio de liderar e de ser um bom líder? Será que ele gerencia bem suas emoções? Será que seu casamento está por um fio? Será que seus filhos têm crise de identidade? Será que ele tem problemas de saúde? Será que está com dívidas? Talvez esse exemplar líder tenha vivido debaixo de uma preocupação: o que os outros irão pensar se souberem que tenho problemas, fraquezas, lutas e dificuldades?

 

Todos os líderes passam, ou estão propensos a passar, a qualquer momento, por lutas e dificuldades emocionais, físicas, familiares, financeiras, educacionais e espirituais.  Muitas vezes é uma verdade acobertada, pois ninguém quer mostrar suas fraquezas. Cuidar integralmente e intencionalmente do líder é prevenir história dolorosas e frustrações por falta de orientação, acompanhamento e pastoreio. É intervir em amor, com sabedoria e estratégia nos conflitos já estabelecidos.

 

O Dr. Hebert Palomino em seu Manual de Cuidado Integral diz que é mais fácil dizer o que não é Cuidado Integral do líder, citamos:

  • Fazer todos felizes não importa o que é preciso.

Cuidado Pastoral requer falar a verdade em amor. A vida tem momentos difíceis, de dor, de tristeza e ajustes e em cada momento desses temos oportunidade de crescimento em seguir o plano de Deus. Há momento em que a felicidade vem depois da escuridão.

  • Preencher as necessidades indistintamente da Comunidade (campo).

Existem momentos que preencher a necessidade do líder pode criar tensão na comunidade que Deus o está chamando para servir. Uma abordagem com equilíbrio saudável é vital.

  • Evitar a dor e o sofrimento.

Algumas vezes isso é possível e outras não. Nas escrituras encontramos circunstâncias em que o povo de Deus passou por problemas e dificuldades, o cuidado de Deus foi expressado em palavras, ações, exortações e afirmações, estímulos, consolações, silêncio, libertações e em outros casos, disciplina.

  • Dinheiro

A igreja e o campo não podem sustentar a visão de que as necessidades serão supridas unicamente com recursos financeiros e ações de assistencialismo.

  • Prover ajuda somente quando tem problema

“Vale muito mais prevenir do que remediar. ” Devemos prevenir, aconselhar e estarmos preparados para atender as necessidades, quando aparecem.

  • Promover ou incentivar menor quantidade de trabalho no campo.

O missionário saudável em todas as dimensões de sua vida trabalhará com mais qualidade, produzindo por mais tempo e com contentamento pessoal e familiar.

 

As dimensões da vida do Líder

 

O líder na perspectiva do Cuidado Integral é composto por dimensões não subdivididas, mas codependentes, onde cada dimensão malcuidada o afetará em todos os aspectos, influenciando diretamente no desenvolvimento pessoal, familiar e ministerial.

 

As dimensões do cuidado integral do líder são: espiritual, emocional, física, familiar, educacional e financeira.

 

Espiritual

Não podemos deixar de estar atento às disciplinas espirituais. Jamais podemos nos esquecer de que a obra do ministério e o bem-estar pessoal e familiar estão debaixo do poder de Deus e não nas forças das mãos ou do intelecto, do conhecimento adquirido. O tempo diário de encontro com Deus do líder, da família e de cada membro é fundamental para o bem-estar do líder em todas as dimensões da vida.

 

“O grande perigo é que, quando desprezamos as disciplinas espirituais, nosso ministério vai se transformando em trabalho de homem, esforço carnal e não em ações de Deus através de nós” (Silva Junior, 2013, pg. 94)

 

Cuidar de forma integral e intencional do líder é buscar exortá-lo em amor à prática das disciplinas espirituais como fonte de vida pessoal, familiar e de poder para o ministério.

 

Emocional

O trabalho missionário é intenso e permeado de mudanças, desafios e lutas espirituais, físicas e emocionais. A somatória desse ritmo acumulado acarreta um alto nível de estresse, que sobrecarregará o emocional.  Esses momentos de crises produzem sentimentos de incapacidade, questionamento quanto a própria identidade e até mesmo dúvidas quanto ao chamado. OLIVEIRA (2009, pg. 65)

 

“estresse afeta a todos nós. É inevitável e faz parte da vida normal. O problema é o estresse acumulado, que pode derrubar mesmo os missionários mais fortes”. Cita O´Donnel (apud., Ikedo, p.112)

 

Cuidar de forma integral e intencional do líder é conscientizá-lo, prepará-lo e acompanhá-lo no administrar a saúde emocional.

 

Física

Investir na saúde ajuda o missionário a prolongar seus anos de serviço ao Senhor. Vários missionários tiveram que retornar do campo por problemas de saúde e é o quarto motivo de retorno precoce do campo de missionários Americanos. (Ikedo, 2011, pg.107)

 

Cuidar de forma integral e intencional do líder é motivá-lo à pratica do cuidado físico corporal, com exames médicos preventivos e com o acompanhamento do tratamento das disfunções físicas.

 

Familiar

O líder precisa ter as informações, as orientações e as ferramentas de prevenção para o cuidado de si mesmo, de seu relacionamento familiar e, quando necessário, obter as intervenções especializadas que o ajude a ter uma família saudável no cumprimento do propósito de Deus em suas vidas como instituição divina.

 

“A família saudável lida bem com a maioria das adversidades que podem surgir. Uma boa dinâmica familiar cria um ambiente para vencer os desafios. Um Lar saudável não é um lar sem problemas, mas sim um lar onde as pessoas sabem identificar os problemas e procuram resolvê-los. Um lar onde os pais se amam demonstrando cumplicidade, aceitação e respeito mútuo, e por sua vez, proporciona segurança aos filhos, constroem relacionamentos com cada um dos filhos e nutrem o fluir dos relacionamentos entre irmãos. Um lar onde as pessoas se sentem ouvidas, acolhidas, respeitadas, desafiadas, corrigidas em amor” (MACEDO, 2001, pg.12)

 

 

Kornfield (2006, pg. 11) diz que:

“o casamento tende a ser: disfuncional – não funciona bem; funcional – consegue cumprir apenas o necessário e excepcional – proporciona  profunda segurança, alegria e realização [...] todo o casamento é uma mistura dessas três opções.”

 

Solteiros

O líder solteiro precisa ter informações e orientações para conduzir o grupo em todas as suas necessidades, mas também deve ser orientado quanto a questão de não se envolver emocionalmente com seus liderados.

 

Educacional

O líder desenvolverá sua liderança e ministério com maior afinco se for motivado a crescer intelectualmente, a fim de que seja cada vez mais relevante e preparado na sociedade e no Reino.

 

Financeiro

Cuidar de forma integral e intencional do líder é se preocupar com a boa administração financeira de seus recursos pessoais buscando zelar pelo bom testemunho do líder e pelo bem estar, segurança e conforto coerentes e adequados à realidade do local em que está inserido.

 

Meer (2009, pg. 129) cita:

“Em relação ao apoio financeiro, é bom que os missionários tenham um estilo de vida simples e mais identificado com o povo, servindo com amor e respeito e considerando o povo local como parceiro. Essa identificação é mais valiosa do que o paternalismo oferecido por missionários que aparentam ser ricos, por causa do seu estilo de vida e porque conseguem recursos com facilidade. Ele confiou a nós seus recursos materiais e financeiros não como proprietários, mas como mordomos."

 

“O que as pessoas mais esperam de suas organizações não é o dinheiro, mas o tratamento digno e respeitoso, a capacidade de contribuir para o sucesso da organização e o sentimento de participação sempre apareceram acima do dinheiro” (HUNTER, 2009, pg. 33)

 

Prevenção

É o fornecimento intencional de informações, orientações, treinamento e acompanhamento constantes (pastoreio) de forma preventiva a respeito das dimensões da vida pessoal e familiar do líder. É levar o líder a um processo de aprendizagem, com antecedência para estar preparado para as possíveis crises ministeriais, pessoais e familiares, e /ou para evitar e se proteger das questões já elaboradas e trabalhadas como missionário e família.

 

“Aprender é um processo que se dá no decorrer da vida permitindo-nos adquirir algo novo em qualquer idade. Aprendizagem é um elemento que provém de uma comunicação com o mundo e se acumula sobre a forma de uma riqueza de conteúdo cognitivos. É o processo de organização de informações e integração do material pela estrutura cognitiva (conhecimentos e significados já adquiridos) ”. (BOCK, 2001, pg. 115)

 

Ambiente De Confiança

Visa a criar com o líder e sua família um ambiente amistoso, propício ao diálogo e ao relacionamento de amizade cristã, que gere confiança mútua de compartilhamento saudável e ético.

 

No livro Instrumentos nas Mãos do Redentor, lemos:

“A amizade verdadeira tira você da escuridão da privacidade pessoal para a sinceridade amorosa do interesse mútuo. Ela faz com que você mude de um envelope fechado para uma carta aberta. Os melhores relacionamentos são construídos no alicerce da confiança mútua e do falar a verdade um para o outro.” (Tripp,2009, p.226)

 

Análise da Vocação e Chamado

O cuidado integral do líder abrange analisar a vocação e chamado do líder e elaborar um perfil do candidato.

 

 “... não devemos nos enganar: o que segura um missionário no campo, em última análise, não é o apoio da igreja enviadora ou o companheirismo dos colegas de campo, mas sim a profunda convicção de que o Senhor o chamou: a sua vocação ministerial” (LINDÓRIO, 2011, pg. 43)

 

Sugestão para o cuidado integral do líder

  • Visite a residência do seu líder.

  • Valorize os pontos positivos e trabalhe os negativos.

  • Mantenha contato periódico por telefone, WhatsApp ou outros meios de comunicação.

  • Envie reflexões, meditações, informações relevantes, pedidos de oração e palavras de encorajamento, artigos e matérias de interesse.

  • Parabenize os aniversariantes por telefone, mensagem, e-mail ou carta.

  • Respeite a família de seu líder.

Sugestões de temas para treinamento

  • Treinamento básico em aconselhamento bíblico e pastoreio.

  • Treinamento básico na área especifica em que o pequeno grupo está inserido.

  • Treinamento básico em disciplinas espirituais.

  • Treinamento básico em resolução de conflitos.

  • Treinamento básico em liderança.

  • Treinamento básico em gerenciamento de tempo, recursos, prioridades.

Intervenção

São ações direcionadas para atender os conflitos e necessidades já estabelecidos na vida do líder e sua família através de profissionais capacitados em cada área de necessidade de atendimento, como: conselheiros bíblicos, pastores, mentores, psicólogos, médicos de diversas especialidades, nutricionistas, advogados, economistas, administradores, educadores físicos e outros.

Compartilhe
Please reload

Procurar por Tags
Please reload

Em Destaque
Please reload

Leitura Recomendada

Siga-nos:

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

Outros sites de Missões Nacionais

JUNTA DE MISSÕES NACIONAIS DA CBB
CNPJ: 33.574.617/0001-70
IE: 85.636.634
R. José Higino, 416 - Prédio 18 
Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20270-972
Cx Postal: 13363
CONTAS PARA DEPÓSITO:
Bradesco - AG 226-7 / CC 87500-7
Banco do Brasil - AG 093-0 / CC 20275-4
Santander - AG 4362 / CC 130001420; 
Caixa E.Federal - AG 1411-0 / CC 138-6 
Itaú - AG 0281 / CC 66341-9

© JUNTA DE MISSÕES NACIONAIS DA CONVENÇÃO BATISTA BRASILEIRA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS