Buscar
  • Aidete Brum da Costa

Um sonho realizado



No dia 21 de junho de 2017 vi um sonho sendo realizado. Foi o Culto de dedicação da casa própria, que recebi do Senhor Jesus como presente, por 31 anos de dedicação ao trabalho de Deus onde Ele me enviou. “Porque obedecer é melhor que sacrificar”.


Nasci no interior do município de Santo Antônio de Pádua, RJ. Criada em uma família com muitos irmãos e muitas dificuldades financeiras, mas sempre com amor, cuidado e disciplina. Deus que é o dono de nossas vidas já havia me falado que um dia seria missionária e isso aconteceu quando eu tinha 05 anos de idade. Em uma tarde empoeirada, depois de caminhar com meus irmãos por quase 4 quilômetros, na Igreja Metodista do Brasil da Vila de Boa Nova, Deus falou por meio de uma senhora, que era a esposa do Pastor local. Naquela tarde entendi que era pecadora e precisava do perdão de Jesus, então o aceitei e decidi que queria ser missionária igual aquela senhora que me mostrou o caminho da salvação. Como já disse, cresci em meio a uma família grande, guardando em meu coração o chamado missionário, apesar de meus pais não serem crentes. Hoje entendo que Deus tinha planos para minha vida que nem imaginava, pois naquela tarde realmente entendi que Jesus salva e cuida.


O tempo passou, mudamos de Pádua para região de S. Pedro da Aldeia, onde não tinha nenhuma igreja perto. Meu crescimento espiritual e de meus irmãos aconteceu por meio do rádio com a Escola Bíblica no Ar. Pastor David Gomes, homem de Deus que nos falava todos os dias. Depois conheci um jovem que era da Igreja Batista, namoramos e casamos em julho de 1970 e em maio de 1980 em um acidente automobilístico ele veio a falecer. Durante esse tempo trabalhava na igreja com o chamado sempre presente. Quando ele faleceu fiquei com saudades, emoções e a certeza que Deus continuaria cuidando de mim.


Em março de 1982, Deus me levou para um trabalho voluntário na cidade de Sobral – CE, onde trabalhava um casal de Missionários da JMN na revitalização da Primeira Igreja daquela cidade, Pr. Eronete e Ivanilde Brum. Foram bênçãos, experiências e confirmação do chamado pra minha vida. Em março de 1984, ingressava no Seminário Batista em Feira de Santana - BA, para cursar Educação Religiosa e Música. Em 1987 a formatura e o anseio de ir para os campos missionários estava presente em meu coração. Em 16 de abril de 1988 cheguei em Quixadá - CE, para meu período de estágio da JMN com a missionária Leocídia Nila de Jesus. Em 14 de dezembro de 1988, então realizava meu grande sonho em ser Missionária da Junta de Missões Nacionais. Juazeiro do Norte me esperava, foi no dia 23 de dezembro que pisei na terra de Padre Cícero Romão Batista. Fui a primeira missionária Batista da Convenção a chegar em Juazeiro. Tempo de lutas, mas de muitas alegrias. Equipe maravilhosa com Pr. Paulo e Elizete Macedo, Helenice e Angela e mais uma grande equipe de seminaristas para a primeira Operação Jesus Transforma em Juazeiro.


Um texto da palavra de Deus estava sempre vivo em meu coração: “Importa que façamos a obra daquele que me enviou enquanto é dia, a noite vem quando ninguém pode trabalhar” - João 9:14. Esse é o versículo base da minha vida. Trabalhei em Juazeiro plantando igreja e depois no Baixo Tapajós no Pará com treinamento de liderança e saúde. Em Salvador - BA com meninos de rua. Em São Paulo no Lar Batista. Em São Gonçalo - RJ com crianças em situação de Vulnerabilidade Social, REAME. Em Barreiras – BA no Lar Batista David Gomes. No Rio de Janeiro com Mobilizadora de Missões Nacionais. Toda essa trajetória foram bênçãos. Saudades de cada uma.


Dizia sempre, quando me aposentar quero morar perto do mar. Deus é bom o tempo todo, achava impossível realizar esse sonho. Em setembro de 1996 em promoção missionária no Rio de Janeiro, me lembro que em um domingo falei em 7 igrejas, e no culto pela manhã em uma das igrejas, PIB da Barra, quando terminei de falar um irmão me cumprimentou na porta, ele não era membro dessa igreja, deixou algo em minha mão e disse: “é para você”. Imediatamente coloquei no bolso do casaco, continuei a maratona de mobilização, mais tarde ao chegar na casa do missionário fui averiguar o presente, importante lembrar que ao sair de casa disse pra Deus: se eu ganhar oferta nesse dia, a metade enviaria para construção do barraco de uma senhora que estava na rua em Salvador com 7 filhos. Então veio a alegria, era 2.000,00, chorei de emoção, pois podia ajudar dona Jussara com 1.000,00, e foi o que fiz. O outro 1.000,00 reais depositei em uma poupança e fui poupando com um objetivo, construir uma casa perto de uma praia.


Após 21 anos estou aqui, há 400 metros da praia, exatamente onde disse pra Deus que quando me aposentasse gostaria de morar nessa cidade. Dia 11 de junho de 2017 cheguei para morar em Saquarema RJ, ainda estou como que sonhando acordada, podendo dizer: “Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e tudo que há em mim bendiga seu santo nome. Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só dos seu benefícios”. Salmos 103:01-02.


Glórias sejam dadas ao Senhor Jesus!!!


Continuo a disposição de Deus, quero servir enquanto vida tiver. Obrigado Batistas brasileiros que nesses 31 anos o sustento nunca faltou. Obrigado Junta de Missões Nacionais, pelo cuidado que sempre teve comigo.


Aidete Brum da Costa. Saquarema, 11 de agosto de 2017

Outros sites de Missões Nacionais

JUNTA DE MISSÕES NACIONAIS DA CBB
CNPJ: 33.574.617/0001-70
IE: 85.636.634
R. José Higino, 416 - Prédio 18 
Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20270-972
Cx Postal: 13363
CONTAS PARA DEPÓSITO:
Bradesco - AG 226-7 / CC 87500-7
Banco do Brasil - AG 093-0 / CC 20275-4
Santander - AG 4362 / CC 130001420; 
Caixa E.Federal - AG 1411-0 / CC 138-6 
Itaú - AG 0281 / CC 66341-9

© JUNTA DE MISSÕES NACIONAIS DA CONVENÇÃO BATISTA BRASILEIRA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS